21/06/2010

passagem de vinda.



A noite, quando está muito frio.
Deito em minha cama, fecho os olhos e fico lembrando daqueles dias em que você me mostrou o amor.De quandoandamos abraçados por conta do vento, de quando rimos das pessoas, da gente mesmo.
Imagino você me levando nos lugares mais bonitos, só mesmo pra me agradar. Conheço ainda todas as marcas que deixei no seu corpo,todas que você deixou em meu coração. É estranho, mas a 93 km de distância, eu consigo sentir teu cheiro, teu calor,
até.. ouvir teus suspiros. Sinto falta das tuas palavras sussurradas em meu ouvido, da tua mão gelada em meu corpo,
e de quanto é bom quando você tira o dia pra me irritar. Talvez você ache bobagem, ou mentira.. mas, não há nada nesse momento que eu queira mais, do que está ao seu lado. Preciso do teu abraço, do teu beijo,preciso da tua força de vontade, da tua garra. Te procuro em outros lugares, mas você nunca está.
Quero que o tempo passe logo, pra que eu possa enfim te ter comigo, pelo maior tempo que eu puder.

2 comentários:

  1. Hoje seria impossível não falar:Te amo!

    ResponderExcluir
  2. Pra onde o vento te levar, eu irei junto nessa manhã.

    ResponderExcluir